sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Exclusão?!


Já tive tantas fases nessa vida boa de meu Deus...
E esses dias andando à pé e de ônibus me peguei analisando o comportamento dos homens, as cantadas, o jeito que nos trata etc. e das pessoas à minha volta.
É incrível como existe um universo para cada categoria, digamos assim.
Não sei se vão me entender, mas por exemplo: As pessoas te tarjam, te separam, te paqueram, te chamam de linda ou de feia de acordo com a roupa que veste, o carro que anda, ou não anda etc.
Esses dias tenho sido chamada de bebezona pelos ciclistas, de gostosa pelos motoqueiros de entrega, tenho recebido elogios da senhorinha que fica sentada na esquina que diz: "Minha filha você é linda!" E do morador de rua. E ao mesmo tempo, noto que sou ignorada pelos motoristas de ônibus... (Fico na parada me jogando por cima dos ônibus e nem assim eles param). Sou ignorada também pelos motoristas de carros, (qualquer carro!) nas esquinas que quero atravessar a rua e eles se pudessem passavam por cima. Pelos gatinhos nos carros importados, sou ignorada pelos moradores de prédios chiques da aldeota que me vêem passar à pé com minha calça jeans surrada e meu cabelo despenteado.
E esses mesmos que me desprezam, são os mesmos que me paqueravam quando eu passava no corolla... E os que me paqueram, são os mesmos que me  desprezavam. Gente! Poderia perguntar o por quê? Mas tá bem claro né? As pessoas se fecham em seus círculos e simplesmente ignoram quem está fora deles!
Fico realmente sem acreditar que nos dias de hoje as pessoas ainda julguem as outras assim, pela aparência.
Sempre fugi dessa coisa do estereótipo.
Quando era "a" mais linda, naquela fase dos 15 anos, namorei o cara mais feio da cidade, era gago e banguelo (usava aquela dentadura de quatro dentes na frente sabe?kkkkkkkkkkkkkkkkkk Mas eu não ligava pra nada disso, gostei dele porque era divertido e me fazia sorrir.
Na época que estava no auge dos meus 18 anos namorei o gordo mais estranho da cidade kkkkkk Mas que era divertido passar meus momentos com ele.
Nos 25 namorei um gringo esquisito, alto, branquelo, gordão kkkk Mas que era tão legal, tão bom comigo.

Enfim, não gosto dessa coisa de escolher as pessoas pela aparência física.! (Hoje em dia não namoraría mais um banguelo kkkk Mas por questões óbvias. )
A essência é sempre o melhor de se conhecer em uma pessoa.
Espero um dia ser mãe e quem sabe ensinar aos meus filhos a respeitar as pessoas, conhecê-las de forma simples, por suas personalidades, não viver nesses círculos aonde as pessoas se fecham e só se relacionam entre si.
É inadmissível nos dias de hoje, com toda liberdade de expressão que existe, ainda ter tanto preconceito, tanta gente excluída, etc.

Que possamos nos relacionar com todos, que possamos usufruir da imensidão do universo! Que sejamos mais caridosos. Que o amor predomine!
Que haja respeito acima de tudo!
Deus seja louvado!
Amém!

Mega Beijo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eu?

Minha foto
Paìs das Maravilhas, Brazil
Locutora de Radio em busca de seus sonhos pelo mundo! O que sinto, escrevo! Meu coração pede e obedeço,É ele quem dá as ordens, é ele quem manda aqui!

Não misture as coisas...

Eu escuto praticamente todo dia as pessoas dizendo: Alice, não poste sua vida pessoal, não fale sobre sua vida tão abertamente, as pessoas ...