Eu?

Minha foto
País das Maravilhas, Brazil
O que sinto, escrevo! Meu coração pede e obedeço. É ele quem dá as ordens, é ele quem manda aqui!

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Desapego...



Desapego, desapega, lei do desapego, arte do desapego sei lá... Tô praticando essa idéia aí !

Eu tenho trabalhado o desapego a cada dia, pelo processo natural da vida que não é apegada à nada mesmo...

Não somos eternos, nada que é material dura para sempre também, não existe o : "Para sempre" O sempre é até quando existir... então por que ser tããããão apegado né?
Muitos vão discordar, mas eu acredito que talvez seja uma fuga mesmo... tipo: eu vou me desapegar para não sofrer...mas pra quê sofrer se você PODE desapegar? Né???
Nunca fui muito apegada à nada... Roupas talvez, (contraditóóóóória) às vezes abro minha gaveta e não consigo tirar aquela velha camiseta que não uso faz teeempo de dentro porque ela me trás uma sensação tão boa rsrsrs Confesso: Tenho uma calça da época do colégio onde um monte de colegas assinaram guardada até hoje rsrs owww

Mas sempre consegui me desapegar das pessoas, tipo: namoro acabou? Choro dois, três dias sei lá... 1 semana digamos, mas depois desapego completamente e Adios!
Alguns devem estar pensando : "ela não sabe o que é amooooor" E eu digo : Eu AMO tanto e tão intensamente todas as pessoas que me amam... Sempre fui do princípio de que temos que amar quem nos ama... Mas às vezes os relacionamentos não dão certo, mesmo existindo sentimentos envolvidos de ambas as partes... Paixão, amor, sentimentos, quem sou eu pra decifrar essas coisas? Mas voltamos ao tema : DESAPEGO!
Desapego material é fundamental... ( é... preciso me desapegar das roupinhas que não uso)
Desapego sería resumido como falta de interesse? Falta de afeto ? Talvez pra irmos em frente na vida precisamos mesmo desapegar de algumas coisas e pessoas, acredito que muitas coisas que nos "apegam" só nos prendem... e viver preso em algo é o modo mais egoísta de se viver.. o mundo é tão grande pra vivermos preso "ao único" se é que vocês me entendem...(?)
Ai me dá um nó na cabeça só em pensar nas contradições que esse assunto nos traz... eu mesma me questiono se o que estou acreditando que seja certo é o certo, mas o que é certo afinal ?
Bom, o que eu quero dizer é que devemos nos desvencilhar de coisas ou pessoas que não fazem mais sentido ficarem ocupando espaço em nossa vida, seja no escritório, na casa, no círculo de amizades, na vida em geral... O que não te acrescenta não é necessário pra ti, se você não vê nenhuma "função" naquele objeto e ele tá ali parado só "por estar" DESAPEGUE, talvez outra pessoa faça melhor uso...
 Sobre as pessoas talvez seja mais ou menos o mesmo: Qual a função dessa pessoa que tá na sua vida?
Te faz feliz? Você a ajuda e isso te faz bem? Ela te engrandece? Ou você só tem problemas?

 Clique para ampliar:
Pensa bem... se essa pessoa que está ao seu lado te suga as energias boas, te deixa baixo astral e te faz sofrer, te maltrata com palavras ou você se transforma em alguém que você mesma (o) odeia quando está com essa pessoa... Talvez esteja na hora de DESAPEGAR!
Quando você pratica a arte do desapego não é só a sua casa que fica mais leve, sua mente fica mais leve, sua vida se torna uma pluma rsrsrs
Mas não quer dizer que não dói... dói sim desapegar, mas a dor é necessária para nossa evolução, acredito eu... mas posso estar enganada rsrsrs
Achei um artigo super interessante no site somos todos um que fala sobre o assunto e assim finalizo para não me estender muito... (Espero que comentemmmmmm rsrsrsr Concordam? Discordam????)

Antes que eu esqueça: Mantenha-se apegado à todas as coisas que te fazem feliz!!!!!!
                                                              Clique para ampliar:
"Assim como um construtor que pretende edificar um prédio em um terreno onde tenha uma casa antiga ou deteriorada, onde tenha um matagal ou muita lama, onde tenha lixos jogados ou entulhos com fragmentos de tijolos, restos de madeira, resíduos de obras de alvenaria, entre outras coisas, precisa limpar e preparar o ambiente para sua obra ser realizada com sucesso, o ser humano, também, precisar abrir espaço em sua jornada terrena, para que algo novo e bom aconteça em importantes momentos de sua existência...

Há momentos na vida em que é preciso desapegar-se de tudo e de todos para se encontrar um novo caminho, uma nova forma de ver e de viver a vida. É preciso gerar uma abertura de grandes áreas no território do viver, de modo que a introdução de novidades venha e renove as energias criativas, para que assim, uma nova construção se erga.
No entanto, para que isso aconteça, necessário é, antes de qualquer coisa, desapegar-se do que não é mais imprescindível, desapegar-se daquilo que foi bom mas que já não é mais tão bom assim; desapegar-se de quem quer partir e precisamos deixar ir, desapegar-se de uma dor, de um sofrimento, de uma tristeza que corrói a alma, desapegar-se dos muros do passado, desapegar-se do apego que o outro possui em relação a você...

Desapegar-se, na verdade, para Libertar-se com Consciência e ser Feliz Plenamente... Muitas são as situações que pedem o desapego e muitos são os aprendizados que nos levam a compreender a real necessidade e importância da prática constante do desapegar-se. Inúmeras vezes as pessoas insistem em querer permanecer vivendo determinadas situações mesmo quando não consideram ser o melhor para elas. Ou permanecem nelas porque acham que ainda podem conseguir algum resultado satisfatório mesmo quando a situação já chegou ao insuportável. Ou ainda, se prendem pelo receio da carência, pelo temor de se sentir só, pelo sentimento de incapacidade, pela dependência na relação com o outro, pelo comodismo apesar do incômodo ou por conformismo ao se achar pequeno demais para a vida.

E quando vivem nesses padrões por tanto tempo e resistem à mudança, acabam por não perceber o que o Universo está dizendo e orientando para tal ou qual situação. Desapegar-se é fazer o corte físico, energético, emocional e mental, libertando-se dos vínculos nocivos ao bom e ao bem viver para entrar em Harmonia e Equilíbrio Pessoal, Bioenergético e Espiritual.
É, ao mesmo tempo, conceder largueza de espaço para que inovadoras, restauradas e positivas energias e oportunidades possam ser vividas com Felicidade. Oferecendo, inclusive, a oportunidade de permanecer com as boas vibrações de energias e lembranças vivenciadas anteriormente, porém, sem a dependência delas para ser Feliz, pois senão, torna-se apego. Ao olharmos para trás, para um passado distante ou recente, quantas são as doces recordações que carregamos?

Com certeza, muitas, para boa parte das pessoas. Portanto, quanto mais vivemos qualificadamente e construímos com nossos dotes espirituais, mais teremos a lembrar em coisas boas sem depender do que passou para isso. Por isso, essas memórias devem servir como um alicerce consolidado para impulsionar as novas e promissoras realizações. E não, como um ponto fraco, que ao ser rememorado, pode trazer o desequilíbrio e a desarmonia à estrutura dos quatro pilares que sustentam a existência humana... O seu corpo, a sua mente, a sua energia ou comunicação e a sua emoção. Por essa razão, é que dia a dia o exercício do desapego ensina a todo tempo que somos possuidores de grandes riquezas interiores, capazes de aclarar novos Caminhos, realizando pródigas descobertas, para compartilharmos com a vida e com nossos semelhantes.
Essa é a Posse real que temos. Por outro lado, de fato, tudo o que é material bem como as pessoas que temos presentes em nossa vida, não nos pertencem. Estão, apenas existindo em um dado momento de nosso viver. E o poder sobre elas é somente ilusão temporária, até que o Tempo Divino oriente a renovação para um novo Ciclo.

Sendo assim, o sentimento de posse e o controle, no que diz respeito às pessoas e sobre as coisas materiais, sempre trazem algum tipo de dor ou sofrer para um lado ou para o outro quando são usados como armas ou instrumentos do apego, para anular a liberdade de ser de outrem ou tentar limitar as ações naturais daquilo que tem que ir ou daquele que deseja viver... Assim, faz parte da vida aprender essa lição buscando a harmonia nas relações com o ambiente e com as pessoas que nos cercam, de maneira solta e amorosa, para que tudo cresça e floresça com cada um dando o seu melhor e vivendo sua existência bem e intensamente.Ame-se... E Desapegue-se!!!

POR : ROBERTO LUZ

Mega Beijo Amoress!





Trilha Sonora para sorrir  hehehe :



quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Sentimentos?


Possessividade, ciúmes sem fundamento, são venenos em um relacionamento...

Eu já fui "a louca possessiva" Sabe aquele tipo de pessoa que quer todas as atenções pra si, que não aceita que a outra pessoa saia sozinha, que não quer ver a outra pessoa sequer trocando um bom dia com uma outra mulher, etc... essas coisas absurdas, eu fazia!! Ai ai, hoje em dia me envergonho só de lembrar das tolices que eu fazia e falava...

Um pouco de ciúme é uma delícia, aquela sensação de ter alguém que se preocupa com você, chega a ser um tempero no relacionamento, mas como todo tempero, se for demais acaba estragando a receita né?
E a possessividade não é bem vinda em momento algum, somos livres, ninguém é possuidor do nosso destino além de nós mesmos e tem gente que quer possuir até os nossos pensamentos imagine nossa vida, nossos passos, ave maria eu quero é distancia desse tipo de pessoa!
E olha esse tipo de comportamento é um passo bem curto para as ofensas... para a violencia etc...Portanto enquanto eu viver quero evoluir ainda mais e deixar livre quem eu amo e só aceitar quem puder me acrescentar.
Nenhum relacionamento pode ser saudável com a outra pessoa te pressionando a fazer "apenas" aquilo que ela quer, ou aquilo que ela permita que você faça né?
Com "jeitinho" eu já me envolvi também em um relacionamento que era muito assim... No começo é o tamanho da saia, depois a quantidade de maquiagem, as amigas que são "saudáveis, já escutei  -"Vai lá com sua "amiguinha", os amigos homens de repente desaparecem porque você sem perceber vai se afastando das pessoas com medo de "criar confusão"... - melhor evitar nè? Já ouvi e falei muito isso... Mas NÃO! NÃO mesmo meu povo! Você sai com os amigos e a pessoa liga dizendo: - " a festinha tá boa né?" Isso é O FIM ! Ou ainda, você vai sair e a pessoa não pode ir, mas mesmo assim ela olha pra você com cara de drama e diz: - "se você prefere ir do que ficar comigo, vá"  Heinnnn ? Como assim? Você luta a vida inteira pela sua independencia e de repente a pessoa que era pra ser seu amor tá te dando "permissão" pra você sair ?
E ainda: "Vá, pior pra você, vá!" Puahhahahahahahah Ameaça? É isso mesmo ?
Amigos, amores e amantes, FUJAMMMM !!! Corrammmm na primeira oportunidade! A pessoa que você tá super encantada porque tem milhões de qualidades quebra todo o encanto no momento que começa a te sufocar! Pode ter certeza, no início é até engraçado... ahhh o fulano tá com ciúme e você chega pras suas amigas e diz: ahhh amiga ele me ama, por isso que ele é desse jeito! NÃO! NÃO meeesmo viu...Palavra de Alice Maia (o que é mesmo que nada), mas mesmo assim insisto: FUJA desse tipo de pessoa!







Deixar de fazer o que você gosta ou de falar com alguém que você gosta porcausa de um relacionamento é a maior furada!
Olhar as ligações no celular, as mensagens do face, as atualizações dos amigos pra saber se alguém por acaso comentou algo na sua página, controlar seus horários.... NÃOOOOOO

Quem ama cuida, deixa livre, apoia, confia... e é aí que tá toda a diferença!
Não digo que não podemos ceder à algo que desagrade à pessoa amada, existem excessões e se você sabe que algo que você faz deixa o seu amor profundamente irritado, claaaaro que podemos evitar fazer essa "tal" coisa, pelo menos na presença da pessoa né?
Eu aprendi a ter paciência, a respeitar a liberdade da outra pessoa, a não controlar cada passo e me sentir feliz pela felicidade alheia... Me livrei das crises de possessividade porque aprendi que quanto mais você prende uma pessoa, mais ela tem vontade de se soltar!
Quem nunca teve um namorado ou namorada super ciumento ? E ao invés de cultivar um amor tranquilo cultivou um relacionamento baseado em brigas e desconfianças... xiiiiii sai pra lá !
Se sentir livre mesmo estando completamente preso em sentimentos é a melhor opção, se é que você me entende...

Faça um teste para saber se você tem tendência a ter um relacionamento possesivo : Clique .
Página no Tumblr com imagens interessantes sobre o assunto : Possessivo

Trilha sonora: 
Ciumento demais - Chitãozinho e Xororó
Ciúme - Ultraje a Rigor
Ciumenta - César Menotti e Fabiano
Ciumenta - Babau do Pandeiro
Ciumenta - Luiz Claudio e Giuliano ...

Mega Beijo !

Mentir é tão desnecessário.

Ahhh mentiras, mentiras...  Quando eu era mais nova, eu mentia com uma categoria que até eu acreditava naquele "conto" que...